Setembro de 2015 foi um mês maravilhoso para nós.
Em 30 dias estivemos em 6 países.
Começamos por 5 dias em Mendoza. Depois formos à Buenos Aires fotografar o casamento dos queridos Luciana e Sebastian.
Dia 11 a 13 de setembro voltamos ao Brasil para fotografar o casamento Daniela e Leonardo, que embarcaram conosco para um lindo Trash The Dress em Paris.
De Paris fomos para Grécia, onde fizemos Atenas e Mykonos.
Mykonos fotografamos e filmamos o casamento dos mega queridos Fufa e Paulo.
De lá fomos para Itália, onde visitamos Florença e Veneza.

Trabalhamos muito e passeamos muito.
Prometi dvulgar as fotos da viagem, porem só agora bateu saudade.
Sinceramente em meu coração ainda estou nesses lugares ao som de Coldplay – Every Teardrop Is a Waterfall.

Bom, nesse post vou falar um pouquinho sobre nossos dias de Mendoza.

Quando fechamos o casamento da Lu em Buenos, pensei em esticar alguns dias à Mendoza porque tanto eu quanto o Valmyr adoramos vinhos e conhecer algumas vinículas seria um bom descanso para nós.
Realmente preciso dizer que estavámos precisando passear. Férias é um break natural para criar coisas novas e renovar nosso trabalho.
Nos hospedamos no centro de Mendoza afim de curtir a cidade à noite.
Gastronomia, Frio, céu azul, arquitetura, lojas, atersanato e barzinhos…
Na hora de fazer essa decisão pesquisei muito pela internet blogs e relatos e decidimos que gostariamos de algum agito à noite.
Então nos primeiros dias andamos muito pelo centro.
Acho que o bacana dessa viagem foi isso: andar sem pretensão.
Pode ser melhor andar, andar e andar e decidir na hora se pegamos a direita ou esquerda?? Sem mapas, sem lugar pra ir.
Casei com meu melhor amigo, então foi só diversão! Risadas, fotografias, mãos dadas, amor no ar.
Mas vamos ao que decidimos para nossos 5 dias. Fizemos alguns passeios.
Optamos pelo passeio das Vinículas de Maipu, por serem vinículas menores e artesanais.
Vou ser sincera: não gostamos de nenhum vinho… mas as fabricas de azeite e de chocolate foram muito bacanas.
Comprei um pacote imenso de uvas passas banhadas de chocolate, divino.
Voltei com uma mala extra de azeites, chocolates, uva passa, mas vinhos nada nos supreendeu, com excessão de um Espumante reserva de Zucarddi que tomamos no Azafran Restaurant.
Fomos também para as Termas de Cacheuta. Ahhhh que lugar lindo de morrer. Peço desculpas porque não tirei uma foto, fui pra relaxar no spa e valeu muito.
A água que nasce em Cacheuta provém do degelo da Cordilheira dos Andes, se infiltra em grande profundidade, onde ganha alta temperatura e choca com rocha granítica da região, fazendo com que se eleve novamente à superfície, em temperaturas que variam entre 35°C e 50°C.
Os banhos de ducha e argila… ahhh uma delícia. Passamos um dia todo curtindo o DOLCE FAR NIENTE!
Agora o que mais amei foi o passeio do Alto da Montanha.
Li muito antes de fazer e vi pessoas falando o quanto é chato o passeio porque é praticamente outra viagem, são 4 horas de carro para ir e mais para voltar. Falaram q seria despedício de tempo.
Bom, então nem posso dizer que pirei nesse passeio.
Fomos até o topo da Cordilheira que faz divisa entre Argentina e o Chile. Ahhh q momento especial.
Vou postar as fotos.
Não me preocupei em fazer as melhores fotos da minha vida.
Fotografei quando quis e quando achei que deveria só olhar, apenas olhei.
Essencial é simplesmente viver o momento.